CUIDADOS NUTRICIONAIS NAS DIFERENTES FASES DA INFÂNCIA

 

As diferentes fases do crescimento durante a infância exigem orientações alimentares específicas, pois as crianças vão desenvolvendo novas necessidades energéticas e nutricionais com o passar dos anos. As nomenclaturas das fases podem ter pequenas variações, mas as orientações gerais são comuns a todas intitulações.

 

Porém, vale ressaltar que cada criança possui uma necessidade nutricional específica, por isso, todo o seu período de desenvolvimento na infância deve ser feito com acompanhamento de profissionais capacitados para suprir devidamente essas necessidades, ajudando na prevenção de doenças e distúrbios tanto na infância quanto na vida adulta.

 

Diferentes Fases de Crescimento


Inicialmente, a alimentação do bebê deve idealmente ser feita exclusivamente através do leite materno. Após cerca de 6 meses de vida, inicia-se o período da introdução alimentar, que, combinado ao aleitamento, dura até por volta dos 2 anos de idade. Após, as crianças passam a ter diferentes necessidades nutricionais.

 

Após os dois anos, até por volta dos 7, inicia-se uma fase que é comumente conhecida como pré-escolar. Nessa etapa, a criança começa a elaborar o padrão alimentar que terá no futuro, pois, através dos sentidos, ela começa a desenvolver os seus gostos por certos alimentos, levando em consideração sabores, cheiros, texturas e até aparência. O principal objetivo da nutrição nessa fase do desenvolvimento infantil é o ganho de peso, pois é uma fase de estruturação do crescimento. Por isso, a necessidade de consumo energético é maior.

 

Após a fase pré-escolar, tem início a fase escolar, que compreende geralmente o período entre os 7 e os 10 ou 12 anos de idade. Nessa fase, o cardápio do filho já está praticamente todo adaptado à dieta da família. A criança também passa por um período de crescimento intenso, então sua necessidade energética é elevada, até pelo início das atividades físicas e mentais de maior intensidade, que exigem maior esforço. Esse aumento do gasto de energia é a razão pela qual se observa também um aumento de apetite.

 

Naturalmente, após a fase escolar, inicia-se a fase da adolescência, que se estende até se atingir definitivamente a vida adulta. A adolescência se caracteriza por ser uma fase de grandes mudanças no desenvolvimento humano. A estrutura física se modifica bastante, tanto pelo crescimento contínuo quanto pelo período da puberdade. Por isso, a necessidade nutricional também se modifica, e o atendimento por parte do nutricionista vai ficando cada vez mais personalizado, de acordo com o desenvolvimento do metabolismo de cada um.

 

Nutrição em Pediatria e Nutrição Maternoinfantil


Se você quiser se aprofundar mais nos estudos sobreNutrição em Pediatria, a Faculdade iPGS oferece um curso de pós-graduação EAD especificamente sobre o assunto. Para os que preferem a modalidade presencial, há a opção da pós em Nutrição Maternoinfantil.

 

Para quem desejar uma plataforma de estudo mais prática, há também diversos cursos de Educação Continuada que tratam sobre o tema. Algumas opções são os cursos de Nutrição nos Primeiros Mil Dias de Vida, Nutrição em Obstetrícia e Comportamento Alimentar na Infância e Adolescência. Obrigado pela leitura!